Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Humberto desconfia que existe algo de errado com a medicação de Leonor, que está permanentemente sonolenta. O mordomo alerta Tomás, mas o banqueiro tem demasiada confiança em Afonso e não suspeita que o genro está a drogar a filha.
Afonso aproveita a fragilidade de Leonor para tentar que ela lhe diga quem é Paulo e provoca um delírio a Leonor, que visualiza a mãe, Benedita.
Pedro está impaciente com a ausência de notícias sobre Leonor e decide ir vê-la. Paulo impede o amigo, argumentando que pode deitar tudo a perder.
Gonçalo e Teresa não se entendem no projecto de arquitectura e preocupam Pedro e Vera.
Humberto consegue levar o pequeno-almoço a Leonor, para desagrado de Afonso que não pode manifestar-se devido à presença de Tomás. De novo a sós com Leonor, Afonso coloca mais morfina líquida no chá, para drogá-la.
Gonçalo tenta ajudar Pedro e pergunta a Teresa pela recuperação de Leonor. No entanto, Teresa que não está de boas relações com Gonçalo, não dá grande conversa.

Contra a vontade de Afonso, Emília vai visitar Leonor, acompanhada por Guilherme. Quando estão no quarto, Leonor chama por Pedro. Afonso fica encabulado e justifica-se aos pais dizendo que Leonor está a chamar pelo filho.
Pedro está cada vez mais desesperado e Paulo consegue convencê-lo a telefonar a Conceição. Pedro resiste mas acaba por marcar o número.
Leonor, sob o efeito das drogas que toma, chama por Pedro e força Afonso a justificar-se perante Emília e Guilherme, dizendo que a mulher se referia ao filho.
Pedro liga a Conceição mas a chamada é atendida por Vasco. Ao ouvir a voz do outro lado, é capaz de jurar que se trata de Pedro. Conceição e Artur estão em pânico e, com dificuldade, convencem Vasco de que se confundiu.

Pedro está cada vez mais focado em Leonor e diz a Paulo que só tem cabeça para pensar nela.
Barbara e Alex torcem para que Leonor se recupere depressa.
Afonso continua a alimentar Leonor, convencido que mais tarde ou mais cedo poderá controlar a sua vida.

Tomás confessa a Humberto que sempre se esforçou para fazer Leonor feliz. Tomás vai dormir e Humberto, quando desliga as luzes do salão, percebe a presença de um homem no exterior da casa. É Pedro que não resistiu à saudade e arrisca-se a visitar Leonor.
Pedro invade o quarto de Leonor e procura despertá-la do sono em que está mergulhada.
Humberto, pressentindo o que se está a passar, cruza-se com Afonso que, com uma pequena mala de mão regressa ao quarto de Leonor, para retomar o seu lugar de marido. O mordomo tenta retardar a entrada de Afonso mas sem êxito. Afonso entra e ainda encara Pedro, que depois foge pela janela. Tomás é alertado pelo barulho, mas tanto Afonso como Humberto, escondem o que se passou.
Afonso pensa em eliminar Pedro de uma vez por todas e começa a delinear um plano.
Paulo nem quer acreditar quando Pedro lhe conta que esteve com Leonor e alerta-o que, a partir de agora, corre perigo de vida.
Conceição pressiona Paulo, na esperança que ele divulgue informações sobre o paradeiro do filho. Apesar dos bolinhos que levou, Conceição não consegue que Paulo revele que está a dar guarida a Pedro. Artur não se conforma e insiste para que Conceição deixe tudo como está.

Afonso tenta perceber se Leonor se lembra da visita de Pedro. Leonor mostra-se confundida com as ultimas horas que viveu e Afonso aproveita para ir ao banco pedir a Filipa, sua mulher de mão, para descobrir o paradeiro de Pedro Cardoso.
Teresa liga a Afonso e diz-lhe que tenciona visitar a amiga durante a noite.

Paulo não suporta mais as mentiras em que se envolveu e diz a Pedro que não vai continuar a escondê-lo de Conceição.
Artur critica Conceição por ter ido de novo procurar Paulo na esperança de encontrar o filho Pedro. Conceição chama cobarde a Artur e diz-lhe que deve estar calado depois de todo o mal que causou à família.
Humberto constata o estado de prostração de Leonor e procura descobrir o telemóvel que ela tem na mala para ligar a Teresa, É surpreendido por Afonso que, ao vê-lo vasculhar a mala de Leonor, ameaça despedi-lo. Humberto retira-se, pedindo desculpa.
Afonso mente a Tomás dizendo que está a cuidar da saúde de Leonor, aconselhado por um médico amigo. De seguida tenta levar a conversa para falar de Pedro, perante o olhar aflito de Humberto, que pensa que Afonso vai contar a Tomás que encontrou Pedro no quarto de Leonor, na noite anterior. Tomás corta a conversa dizendo que esse é um assunto tratado e encerrado.

Teresa vai visitar Leonor mas Afonso diz que a mulher está a dormir, remetendo a visita para outra ocasião. Teresa dá um cartão a Afonso com o número do atelier de Gonçalo, onde está a trabalhar. Afonso recebe o cartão, mas atira-o para o lixo sem que Teresa perceba.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00


1 comentário

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.02.2010 às 20:06

Ola, eu sou a Constança e passei por ca para dizer que o Perfeito Coração é a minha novela favorita e que voces são fantasticos a representarem o papel que vos foi dado. Bjos.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D